terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Na defesa da cultura

O Governo Municipal inicia 2019 fazendo uma mudança em seu primeiro escalão. No entanto, a mudança de diretor-presidente no Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), não agradou a maioria dos artistas e produtores culturais de Petrópolis.

Na avaliação deles, que deveria assumir o IMCE deveria ser alguém da cultura ou uma pessoa neutra, que não estivesse comprometido com a administração municipal e muito menos com o turismo.

Para alguns artistas, como me confidenciou um, o IMCE está correndo o risco de se transformar num braço da Turispetro, responsável por promover o turismo na cidade.

Para os artistas a cultura não pode e não deve ser vista como mais um serviço para o turismo, mas deve ser vista como algo da cidade a ser oferecida aos petropolitanos e para os visitantes, mas fundamentalmente para o resgate cultural da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário