quarta-feira, 29 de novembro de 2017

PSDB: uma saída a cavalheiro

É impressionante ver a postura dos tucanos neste momento em que, fica claro, o esvaziamento político do presidente Michel Temer, que precisa mais do que nunca, da articulação política do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM).
O PSDB vai sair do governo, mas antes vai negociar com o presidente. Este é o rompimento a cavalheiro e que deixa a possibilidade dos dois partidos caminharem juntos nas eleições de 2018 para a presidência.
Vivemos um momento político complicado, onde os principais políticos de vários partidos e estados estão sendo investigados por diversos crimes.
O certo é que as eleições de 2018 serã fundamental para o futuro político do país.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário